Português
 | 
Service Design,Design Thinking.... Tudo a mesma coisa?19/07/2014
Earthmen greetings! Esta questão tem sido feita inúmeras vezes nos eventos em que participo e produzo. Então bora lá tentar resolver este nó!

 O termo Design Thinking foi cunhado por Tim Brow, CEO da IDEO e é um conjunto de métodos para conectar proposições de negócio muitas vezes trabalhando em termos de “co-criação” (trabalhar com as pessoas interessadas)  e com o apoio da criatividade e empatia de forma a colocar as pessoas no centro do projeto. Ao utilizar métodos e processos que os designers usam o Design Thinking tenta buscar novos ângulos de solução de problemas e criação de inovação. Neste sentido, o termo Design Thinking é um tanto arriscado pois não sobre fazer realmente Design, mas é sobre pensar como Designers. 

 Uma característica desta forma de pensar é que se foca na solução de uma questão em primeiro lugar antes de entender completamente o problema em si, permitindo uma visão de síntese onde os outros métodos (pex. O método científico) procuram entender completamente os parâmetros do problema para então decompor este em busca de sua solução. Estes são métodos analíticos.

Já o Service Design, uma disciplina que vem sendo evoluída desde os anos 20 do século passado baseada nas técnicas de Design Industrial, realmente é sobre fazer o desenho de soluções baseadas em serviços e implanta-las. Da mesma forma que os movimentos originais de Design Industrial tiveram a missão de “humanizar” o mundo dos produtos de consumo de massa, o Service Design surge em uma época de mudança das necessidades humanas agora vivendo em um mundo quase completamente digital e traz serviços como seu modelo de base.

Os modelos de Desenho de Serviços organizam Pessoas, Processos, tecnologias e Parceiros de forma a se obter a melhor e mais satisfatória experiência dos usuários e clientes de um serviço entendendo e atendendo as suas necessidades e desejos.

Assim o foco primordial do Service Design é a criação de serviços “centrados no ser humano”, e por consequência a experiência dos usuários ao utilizar o serviço torna-se foco dos métodos e modelos de desenho de serviços.    

E o “Service Thinking”?

ST é a filosofia que redefine a forma de criar valor para humanidade de uma lógica de “produto-dominante” para “serviço-dominante” . Na prática isto envolve repensar a maneira de produzir as coisas e mais ainda a própria questão de propriedade das coisas. Pela forma de ver do ST em breve TEREMOS menos coisas e ACESSAREMOS mais estas coisas. Imagine a furadeira elétrica que muitos de nós possuímos... pergunte-se quanto tempo você a utilizou no último semestre. Certamente você chegará a conclusão que seria mais barato alugar uma quando precisasse do que possui-la . Esta é a base do ST e para que isto aconteça é muito importante que se pense na humanização dos serviços ( a mesma ideia do Service Design) ai em cima. Esta mudança de foco traz alterações radicais na própria sociedade e acredita-se seja tão relevante como a Revolução Industrial.         
Quer saber mais sobre Service Thinking? associe-se ao grupo TKS-THINKINSERVICES no facebook 
https://www.facebook.com/groups/1469243119955482/
 
Pier Riboni é diretor na Dexacon SS e Service Thinker 
Visualizado 222 vezes
Autor: Pier Riboni
Comentários (0)
Você precisa estar logado para enviar um comentário
Copyright © 2012/2018 - Dexacon, Todos os Direitos Reservados